12.1.10

Retorno na hora certa

Depois de um começo difícil, o Milan parece que entrou nos eixos e se adaptou ao estilo do técnico Leonardo. Na disputa do clássico diante da Juventus neste último fim de semana, a confirmação de que o Milan será mesmo o perseguidor da Inter, que busca o pentacampeonato do Calcio. A vitória imponente por 3-0 sobre a Vecchia Signora colocou os milanistas novamente em evidência. Principalmente àqueles que protagonizaram o triunfo: o zagueiro Nesta, e os meias Pirlo e Ronaldinho. Com o gol inaugural, Nesta vai vencendo a desconfiança de um bom período afestado do gramado por seguidas contusões. E o camisa 13 vem mostrando a forma que o consagrou há tempos atrás como um dos melhores zagueiros do mundo. A dupla com o promissor Thiago Silva deixa a defesa do Milan como uma das melhores do certame, até aqui. Já Pirlo parece voltar à sequência de atuações regulares, regada pelo bom auxílio à defesa e ajuda na armação, evidenciada com as duas assistências para gol no clássico.

Já Ronaldinho parece vencer a desconfiança aos poucos. O meia brasileiro, que começou a temporada vaiado após a goleada sofrida frente a Inter, teve atuação de gala ao marcar dois gols e mostrar resquícios de sua velha forma dos tempos de Barcelona, diante da Juve na partida que encerrou o primeiro turno. Seus seis gols e oito assistências até aqui foram importantíssimos para o crescimento do Milan nesta temporada do Calcio. Os rossoneri perderam apenas uma partida das últimas 13 disputadas, com o meia brasileiro em campo em 17 dos 19 jogos do Milan na Série A 2009/10.

O bom momento de Ronaldinho traz à tona uma questão inevitável: estaria ele apto a ser convocado para a Copa da África do Sul? Motivado, em boa forma e em boa fase, ele deveria ao menos fazer parte do elenco, já que Dunga parece não abrir mão de Kaká e Ramires na armação das jogadas entre os titulares. Mas dentro do elenco, convenhamos que Ronaldinho não tem nenhum rival à altura jogando bom futebol. Júlio Baptista é cada vez menos utilizado na Roma de Claudio Ranieri; Diego começou bem a temporada, mas caiu de rendimento junto com a Juventus; Alex e Diego Souza não parecem ter tarimba para defender a camisa canarinho nessa reta final de preparação. Ou seja, se Dunga mostrar o mínimo de coerência e Ronaldinho não se atrapalhar pelo caminho, o craque do Milan certamente terá sua vaga na Copa. Falamos de um jogador que, comprovadamente, é diferenciado da maioria. E que parece ter retomado a alegria de jogar futebol.

2 comentários:

Pozo+10 disse...

Hola soy de Argentina y me gustaria intercambiar links??? http://www.planetagrandt2010.com.ar/search/label/Webs%20Amigas
Saludos

Vinicius Grissi disse...

Ronaldinho parece decidido a jogar o Mundial. E desta forma, acho muito difícil que fique de fora.

Provavelmente será a grande novela pré-convocação.