15.2.09

Peladeiros que atrapalham...

O clássico de hoje à tarde mostrou como as equipes ainda estão longe de atingirem sua melhor forma física. O Corinthians entrou em campo com força máxima, com exceção do artilheiro Chicão e do mediano Alessandro. Já o São Paulo poupou os melhores para a partida de estréia da Libertadores na quarta.

Logo de cara, o que chamou a atenção foi o excessivo números de faltas. E principalmente a capacidade peladeira de alguns jogadores. Jorge Henrique deveria primeiro parar de achar que é o Romário. Depois, ele pode tentar ficar de pé. O Túlio então nem se fala... Lamentável. Jogador limitado. Sem psicológico para agüentar partidas decisivas. Vale lembrar que há dois anos, contra o mesmo São Paulo, ele chutou a cabeça do Leandro no chão e pegou gancho de 120 dias. Fora que na época o time dele, Botafogo, perdeu a partida, a liderança e depois nem se classificou para a Libertadores. No jogo de hoje, bordoada em André Dias e mais uma expulsão equivocada.

Dagoberto e André Lima também protagonizaram lances desnecessários. O André nem se fala, além de ser um jogador limitadíssimo, preocupa-se mais em reclamar da arbitragem do que em jogar bola...

De qualquer maneira, a partida foi bastante truncada. O Corinthians ficou prejudicado por jogar com um homem a menos. Mas verdade seja dita, enquanto tinha onze em campo, jogava muito pior do que o adversário. Ou melhor, do que os reservas do adversário.

Por isso, vejo o empate de hoje à tarde como um sinal de alerta para o Timão. Já que o alvinegro teve mais tempo para se preparar durante a pré-temporada. O ponto positivo é o jovem Boquita, que inicia de forma brilhante sua participação entre os titulares... O passe de hoje para o gol de André Santos foi formidável...
Para o tricolores, ficou a boa impressão de alguns recém contratados, como Arouca e Junior César. Porém, Muricy vai ter trabalho para encaixar essas peças no time titular. Ainda mais porque os titulares dessas posições são os incontestáveis, Hernanes e Jorge Wágner. Outra missão para o treinador vai ser controlar a ansiedade do grupo e a responsabilidade de trazer o título da Libertadores....

4 comentários:

André Augusto disse...

Pra variar, discordo do Felipe em vários pontos.
É fato que o Corinthians começou sua preparação antes. Mas tem perdido vários jogadores por contusão e teve desfalques consideráveis para esse jogo: Alessandro, Chicão, Dentinho e Otacílio Neto e o Douglas não jogou 100%. Então, tb estava longe de ser a força máxima.

O São Paulo jogou melhor, mas não fez valer, não converteu seu domínio em chances de gol. E o São Paulo só teve esse trunfo porque Mano escalou a equipe equivocadamente com um atacante, três zagueiros e três volantes. O Fabinho podia fazer a direita no lugar do Túlio, por exemplo.

Lamentável a atuação do Túlio, não tem psicológico realmente. O Jorge Henrique é limitado e acho que falta mais foco pra ele às vezes.

O Arouca tem bola pra ser titular no time, o J. César pode evoluir e o W. diniz é apenas um cara que corre bastante e se atira mais ainda.

Vinicius Grissi disse...

Dois times desfigurados e uma partida complicada. Pena que ficou esquecida, perante os problemas de violência ocorridos dentro e fora do estádio. Lamentável!

carlos pizzatto - blog do carlão disse...

Hernanes e Arouca podem jogar juntos.

gerson disse...

tem vezes q esse clima de clássico atrapalha o rendimento dos jogadores. os caras entram muito na pilha da imprensa. aí acabam esquecendo o futebol.