17.11.08

Sr. Polêmica

Vai entender a trajetória de Wanderley Luxemburgo. No primeiro semestre, cansei de ouvir os palmeirenses afirmarem: "Eu não gosto dele, mas como treinador o Luxa é o cara", bradavam os alviverdes, retirando do armário as empoeiradas camisas que há quase uma década não saboreava um título. Passados pouco mais de seis meses, os mesmos torcedores já reclamam: "Preferia o Caio Júnior"; "Quero que ele saia do time".

Desentendimento com Marcos, lavagem de roupa suja em público e pancadaria no aeroporto. Pronto! Já voltam a noticiar os fatos que nos acostumamos a presenciar na extensa trajetória do treinador.

O Palmeiras tinha sim um dos melhores elencos do campeonato. Ok. Porém, não nos esqueçamos que o clube perdeu peças importantes como Valdivia e Henrique. No meio de campo, as suspensões de Diego Souza e a instabilidade de Léo Lima atralharam o esquema de Luxemburgo. Martinez teve que ser recuado para acertar o posicionamento da zaga. O que era óbvio, pois seria ingenuidade acreditar que jogar contra o Guaratinguetá seria o mesmo do que com Internacional, por exemplo.

O time foi modificado e, por mais que tenha freqüentado as melhores posições do campeonato durante boa parte do certame, não há como negar que a equipe titubeou nos momentos em que Luxemburgo normalmente se sobressai sobre os adversários: as partidas decisivas. Tanto que das três "finais de campeonato", como o palmeirenses mesmo frisaram, contra São Paulo, Grêmio e Flamengo, a equipe só conquistou um ponto. Ainda assim, às duras penas contra um São Paulo que, até então, não despontava como favorito.

Agora, essa derrocada do Alviverde chama atenção pelas notícias extra-campo. Porque toda vez que um clube dirigido pelo Wanderley cai de produção, o foco das notícias passa ser os fatores extra-campo? Por que ninguém aparece para discutir sobre a ineficiência do esquema com meio-campistas como Evandro e Jumar? A queda de produção de Élder Granja e até mesmo de Alex Mineiro também é pouco falada... Enfim, fica claro que o Luxemburgo conseguiu criar um estigma de que se as coisas não vão bem, é por que o ambiente no clube não é favorável.... Enquanto isso, sua imagem como "estrategista" segue irretocável.

Como comentarista esportivo, concordo que Luxemburgo é um grande treinador na hora de montar um time. No entanto, não posso deixar de me posicionar contra uma imprensa que esquece de analisar o trabalho tático do treinador. Por exemplo, quando ele coloca o Denilson em campo e o Palmeiras vence, canso de ver alguns cronistas exaltarem sua leitura de jogo e sua postura arrojada durante os jogos. Esses comentaristas apenas se esquecem que essa seria uma modificação que até minha Vó Fernanda faria para vencer uma partida.

Enfim, fica aqui meu apelo para que alguns colegas de profissão procurem analisar mais as questões dentro das quatro linhas antes de avaliarem quem merece ou não ser campeão. Deixo também registrado meu voto de desprezo aos torcedores palmeirenses que protestaram contra o clube no aeroporto de Congonhas.

E a maioria dos clubes ainda ajudam esses bandos, custeando viagens e barateando ingressos. A troco do que??

4 comentários:

Arthur Kleiber disse...

Bem observado. Luxemburgo tem cometido erros que não condizem com o status de melhor treinador do país, como o próprio se intitula.
Antes, não apenas a imprensa, mas a maior parte dos torcedores consideravam que Luxa era sim o melhor. Mas os recentes resultados com o Verdão e os conturbados problemas extra-campo estão tirando esse rótulo do treinador, que deve estar puto da vida vendo o Muricy subir de cotação para assumir a seleção, caso Dunga seja demitido.

carlos pizzatto disse...

Pois é, também bato nesta tecla: os próprios clubes financiam as organizadas!

Jota Assis disse...

Belo texto Felipe! Realmente o que vemos acontecer com o distinto técnico do Palmeiras não está certo. Quando o time vai bem: méritos para o Treinador "estrategista", quando o time vai mal daas pernas, a culpa é do "ambiente ruim". Nós, como jornalistas e amantes do futebol, devemos ser or primeiros a mudar essa vergonha do futebol brasileiro.
Ninguém está acima do bem e do mal!

Vamos apoiar e elogiar, mas quando for preciso, vamos criticar!

abraços

Felipe Moraes disse...

Sempre achei o Luxa supervalorizado. A instabilidade do Palmeiras neste ano tem mostrado várias fraquezas de comando do treinador.

Abraço,
Felipe Moraes