23.10.08

Vai falar que não sabia?

O vice-presidente do Botafogo, Carlos Augusto Montenegro, disse essa semana que o grupo está rachado, dividido por dois líderes: de um lado Lucio Flavio, e de outro Carlos Alberto (fotomontagem Globoesporte.com). Sim, ele mesmo, velho conhecido dos times cariocas e paulistas. Agora vem a minha pergunta que é o título do post: ninguém sabia do potencial do jogador pra arrumar confusão e atrapalhar o ambiente?

Não é a primeira nem a segunda vez que isso acontece. Sua passagem pelo Corinthians foi bastante conturbada. Alternou bons e maus momentos em campo, no time considerado galáctico por causa dos investimentos da MSI, que culminou no polêmico título do Brasileiro em 2005. No ano seguinte, porém, teve um desentendimento com o então técnico Leão, batendo boca no banco de reservas com o treinador, na frente das câmeras. Foi afastado do grupo.

Em julho de 2007 foi vendido para o Werder Bremen, numa transferência que acredito que tenha sido um dos melhores trabalhos feitos por um empresário de futebol. O clube desembolsou 8,5 milhões de euros pelo jogador, a transferência mais cara do clube até então. Por causa de lesões, atuou inacreditavelmente apenas duas vezes pelo clube alemão! Ainda conseguiu, nesse pouco tempo, ser suspenso pelo clube por se envolver em uma briga com colega no treino.

Em janeiro deste ano, foi emprestado para o São Paulo, equipe que apostou que o jogador recuperaria a sua forma física e não se envolveria mais em confusões. Mas o tiro saiu pela culatra. Eu, como tantos outros, não me surpreendi quando o jogador foi afastado do elenco por ato de indisciplina que até hoje não foi muito bem esclarecido. Fato é que não voltou a vestir a camisa são-paulina.

Agora aconteceu no Botafogo, que mais uma vez vacilou na Copa Sul-Americana e ficou para trás no Brasileiro. O jogador, de apenas 24 anos, não consegue se livrar de confusão e da alcunha de “bad-boy”. É uma pena, porque é um jogador talentoso. O problema é que não tem cabeça; acha que é um craque, mas está longe disso. Resta saber se continuará no Botafogo, se volta para o Werder (que não faz nenhuma questão do seu retorno), ou se outro clube apostará no atleta. Eu não apostaria.

3 comentários:

Erick Amirat disse...

O Carlos Alberto é um bom jogador. Mas não tem cérebro. Não consigo imaginar um jogador conseguir arranjar tanto confusão em tão pouco tempo. Infelizmente esses jogadores que tem certo potencial vão acabar sem clubes ou em clubes médios/pequenos do futebol nacional. Ou ainda, ir para o futebol árabe ganhar alguns milhoes de petrodólares. Sendo que se tivessem um mínimo de cabeça fria, poderiam estar em grandes clubes do futebol mundial.

Saulo Milleri Biral disse...

O ambiente no clube já estava ruim por causa de salários atrasados, com esse depoimento do Montenegro, ele ajudou a piorar mais ainda a situação. O ano do Botafogo praticamente acabou.

Felipe Brisolla disse...

Lamentável mesmo... O pior é que o Carlos Alberto, ao contrário de muitos outros descabeçados, é um garoto bem nascido. Sua indisciplina é algo inexplicável. Cheira a rebeldia sem causa.... ou como preferem os mais popularescos, falta tapa na cara.

Se bem que isso ele já levou!!