12.5.08

Brasileirão 2008 - Parte III

Flamengo
Levantar a poeira e recomeçar

O rubro negro, que vinha embalado com a conquista do Carioca, sofreu na mesma semana do título um tremendo golpe com a eliminação da disputa da Libertadores pelo América do México em pleno Maracanã. A substituição de Joel Santana por Caio Júnior pode ser o início de uma fase que alterne altos e baixos na Gávea mas a base da equipe para a disputa do Brasileirão continua a mesma que iniciou o Carioca.

A eliminação na competição sul-americana obriga o rubro-negro a pensar exclusivamente no Campeonato Brasileiro e como times como São Paulo, Fluminense e Santos (favoritos ao título) irão poupar jogadores no início do torneio, o Fla tem chances de largar na frente busca pela liderança. Vale a pena apostar na boa fase do atacante Diego Tardelli que vive seu melhor momento no futebol nacional.

Status: Zona da Libertadores
Time-Base: Bruno; Leonardo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Toró, Jônatas, Ibson e Kléberson; Renato Augusto(Diego Tardelli) e Souza (Obina)
Destaques: Diego Tardelli e Ibson
Olho Nele! Renato Augusto fez uma boa temporada no ano passado e é o principal articulador da equipe. Possui vários requisitos que o credenciam a ser o maior nome do time nesta temporada, mesmo com apenas 20 anos de idade.
Pontos Fortes: Meio campo marcador e articulador. Kleberson, Ibson e Renato Augusto carregam muito bem a bola para o ataque onde Souza, Obina e Diego Tardelli correspondem as expectativas.
Pontos Fracos: Mudança de treinador no início do campeonato pode fazer a máquina demorar a engrenar. O emocional dos atletas está abalado com a trágica eliminação na Libertadores.

Fluminense
Investimento e resultado


Considerado o melhor time carioca em atividade, mesmo sem a conquista do estadual, o tricolor aposta na força do seu ataque formado por Washington, Dodô e Thiago Neves para ir longe no Brasileirão 2008. A diretoria investiu neste ano, trouxe reforços de peso e mesmo com a perda do atacante Leandro Amaral para o Vasco, o time das Laranjeiras continua com um dos ataques mais perigosos da competição.

A manutenção do técnico Renato Gaúcho ainda depende dos resultados na Libertadores mas o mais difícil será evitar que Thiago Neves e Thiago Silva deixem a equipe durante a janela do futebol europeu.

Status: Favorito ao título
Time Base: Fernando Henrique; Gabriel, Thiago Silva, Luiz Alberto e Júnior César; Ygor, Cícero ,Thiago Neves e Conca; Dodô e Washington.
Destaques: Thiago Neves, Dodô e Washington
Olho Nele! O apoiador Tartá, 19 anos, é um prata da casa que pode despontar neste Brasileirão. Magro e alto, o meia marca bem e sai com velocidade para o ataque.
Pontos Fortes: O elenco do Fluminense possuí atletas experientes e habilidosos para a disputa deste ano. Podendo até chegar ao título da Libertadores, o tricolor já intimida muitos adversários antes mesmo do jogo começar.
Pontos Fracos: O apoio constante do lateral Gabriel sobrecarrega a cobertura do zagueiro Thiago Silva. Quem souber explorar isso pode tirar proveito deste buraco na defesa tricolor.

Vasco
Para reconquistar a auto-estima


Reconquistar a auto-estima é uma tarefa a ser alcançada em São Januário. Um time limitado mas aguerrido é o que se vê nos últimos jogos do Vasco. Comandados pelo veterano Edmundo, que continua jogando muita bola, a equipe avança a passos largos na Copa do Brasil e se não possuí elenco para chegar ao título do Brasileirão, pelo menos pode incomodar os grandes.

Com a experiência de Antônio Lopes no comando da equipe, o Vasco mostra ser uma equipe jovem e competitiva mesmo sem grandes nomes e com as intromissões do sempre polêmico Eurico Miranda. Jean e Leandro Amaral se tornaram referência do time, além do bom meia Leandro Bomfim. Talvez o reforço do lateral Valmir do Palmeiras ainda se confirme em São Januário para este Brasileirão.


Status: Zona da Sul-Americana
Time Base: Tiago; Eduardo Luiz, Jorge Luiz e Rodrigo Antônio; Wagner Diniz, Jonílson, Leandro Bomfim, Morais e Edmundo ; Alan Kardec e Leandro Amaral.
Destaques: Edmundo e Leandro Amaral
Olho Nele! Alex Teixeira chegou no Vasco com apenas 10 anos de idade e já conquistou 5 títulos na categoria sub 15 e sub 17 da seleção brasileira. Com apenas 18 anos, é a aposta de ouro do Vasco para esta temporada.
Pontos Fortes: Com Edmundo em campo o time se torna mais confiante. Sem ele, o time fica menos criativo, porém, mais rápido.
Pontos Fracos: A parte defensiva do Vasco é debilitada tanto no meio campo quanto na zaga. Falta de experiência e de um líder no setor tornam o time vulnerável na hora de se defender.


Botafogo
Para superar altos e baixos

O Fogão é hoje a terceira força do futebol carioca, atrás de Fluminense e Flamengo. O vice campeonato estadual pode ter sido um balde de água fria nas pretensões do técnico Cuca, porém, o time ainda segue vivo na Copa do Brasil, fato que pode mudar o foco da equipe no início do Brasileirão.

Cuca possui um elenco reduzido, com poucas peças de reposição. Conta com a boa fase do artilheiro Wellington Paulista e do goleiro uruguaio Castillo, que virou ídolo da torcida alvinegra. No meio campo, a chegada do turbulento Carlos Alberto (ex-São Paulo) dá mais qualidade na chegada da bola ao ataque. Lúcio Flávio é outra figura importante no time pois de seus pés surgem a maioria das assistências de gols.

Status: Zona da Sul-Americana
Time-Base: Castillo; Triguinho, André Luis, Renato Silva e Alessandro; Túlio, Leandro Guerreiro (Diguinho), Lúcio Flávio e Carlos Alberto; Jorge Henrique e Wellington Paulista.
Olho Nele! Diguinho entrou para a seleção dos melhores do Carioca 2008 e por mais que não seja tão jovem (24), é uma arma importante no elenco de Cuca.
Destaques: Wellington Paulista e Carlos Alberto
Pontos Fortes: O momento de Wellington Paulista é especial. Artilheiro do campeonato carioca, o jogador pode ser o diferencial na campanha do Fogão este ano.
Pontos Fracos: A falta de peças de reposição deixa o time vulnerável em um campeonato de tiro longo. A equipe pode sofrer uma queda de produção na segunda metade do torneio.



Vitória
Meta é se manter na primeira divisão


O Vitória retorna à primeira divisão empolgado com a conquista do bicampeonato baiano e a chegada de bons reforços. O time do técnico Vágner Mancini contará com o atacante Rodrigão (ex-Atl. Paranaense) e com o meia Rafael, que veio do Vitória da Conquista.

A base campeã estadual continua a mesma, porém ,não se pode negar que o time possui várias limitações técnicas e dificilmente irá assustar os clubes que se armaram com investimento e planejamento este ano. A manutenção da equipe baiana na divisão especial dependerá de muito esforço e do apoio da grande massa de torcedores que lotam o estádio Barradão em todos os jogos do Leão.

Status: Zona de rebaixamento
Time Base: Viáfara; Marcelo Cordeiro, Anderson Martins, Leonardo Silva e Carlos Alberto; Renan, Vanderson, Ramon (Rafael) e Ricardinho (Jakson); Marcos e Rodrigão.
Destaques: Rodrigão e Ramon
Olho Nele!
Rafael é um meia de 24 anos que foi eleito o craque da torcida do Vitória da Conquista nove gols no Estadual e foi contratado pelo Leão para o Brasileirão.
Pontos Fortes: A presença do artilheiro Rodrigão dentro da área e a velocidade na armação de Ramon e Jakson. Além disso, A torcida é o décimo segundo jogador do time.
Pontos Fracos: Falta de apoio dos laterais e de uma defesa mais consistente deixam o time muito exposto aos contra golpes adversários.

6 comentários:

Thiago Barretos disse...

Acho q o Fluminense n tem pinta de time q pode brigar pelo título...
Discordo tb em alguns destaques: Tardelli n eh + importante p/ os rubro-negros do q Juan e Leo Moura e apostar em Carlos Alberto c/o destaque de qq coisa eh quase o msm q dar um tiro no peh
Msm assim, belo post.

André Augusto disse...

Concordo com o Barretos. Mesmo o Obina vêm sendo mais letal que o Tardelli. Só uma correção, Azank. O Rodrigo já acertou com o São Paulo.

Abs!

Alexandre Azank disse...

Desde o post "Volta por cima" que fiz, noto que meu ponto de vista sobre o futebol carioca diverge um pouco de alguns membros do Opinião FC, o que é mto bom, pois a discussão é gerada justamente no momento de discórdia!
Não concordo com Leo Moura ser destaque pelo simples fato dele sempre ser cotado para ser destaque de algum time e decepcionar depois. Preferiria destacar o Marcinho do que ele.
Acho sim que o Fluminense tem potencial para brigar pelo título! Quem no futebol nacional tem time no mesmo nível técnico? Poucos, acredito eu!
Quanto ao Rodrigo, já fiz a correção! Não acompanhei a transferência dele que se concretizou hoje!
Abs

carlos pizzatto disse...

Mengão: 'levanta, sacode a poeira, dá a volta por cima'.

Sidarta disse...

Espero que o Flu não seja tudo isso que diz.

janao disse...

Confesso que só li a parte que me interessa FLAMENGO, só não concordo com o destaque para o Ibson. Destaques no campeonato, como um todo, foram vários, em cada jogo brilhava uma estrela... Mas ainda acho que o Bruno, Tardelli, Fabio Luciano e Marcinho merecem uma menção honrosa. Caso a base de avaliações para destaques tenha sido aquela fatídica quarta-feira, e Kleberson é um dos meus favoritos. Sem dúvidas o cara foi um dos melhores em campo, palavra de quem estava presente e voltou pra casa chorando;)