20.1.08

Copa Africana de Nações - Perdas e Ganhos

Neste domingo, começou a tradicional Copa Africana de Nações, disputada em Gana. Trata-se de uma competição interessantíssima, pois nela estarão alguns dos jogadores mais cobiçados do futebol mundial, como Didier Drogba, Samuel Eto’o, Michael Essien, Kolo Touré, que certamente são alguns dos melhores atletas nas suas respectivas posições. Mesmo com a chiadeira de muitos clubes, por conta da perda de muitos jogadores em virtude da competição, é um torneio de bom nível técnico e muitos postulantes ao título. Mas esse evento tem duas vertentes conflitantes: de um lado, a oportunidade de ver um campeonato bacana, de equipes que jogam pra frente – característica marcante do futebol africano. De outro, os clubes europeus, que ficam órfãos de jogadores importantes, alguns deles jogadores-chave na luta pelos títulos nacionais, já que a CAN acontece em meio a temporada européia.

Perdas

Equipes da França (principal destino da maioria dos atletas africanos) Alemanha e Inglaterra foram as mais “afetadas”, em se tratando de ceder atletas. O futebol francês cedeu ao todo, 58 atletas, enquanto da Inglaterra vieram 40. Do futebol alemão vieram mais 14, e da Itália e Espanha, nove jogadores cada uma. Fora os que vieram de outros centros como Holanda, Portugal, Rússia, Bélgica, etc.

Particularmente, a Inglaterra vêm crescendo nas últimas temporadas como o maior destino dos africanos no futebol. Dos 40 atletas que atuam no país e foram à CAN, 37 são da Premier League, o que afetará sensivelmente a disputa na competição durante o período do torneio continental (20 de janeiro a 10 de fevereiro). Fora o risco de lesões e contusões mais graves. Melhor para o Wigan (brigando para se manter fora da zona de rebaixamento) Aston Villa e Manchester City (brigando por vaga na Champions League) que foram as únicas entre as 20 equipes que disputam a Premier League a não ceder jogadores para a CAN. O líder Manchester United – que só cedeu o recém-contratado Manucho – esfrega as mãos, já que os seus principais perseguidores na luta pelo título, Arsenal e Chelsea, foram bem afetados com a perda de atletas. Preciosos pontos podem ser ganhos e fazer a diferença no final.

Ganhos

Muitas seleções com bons valores técnicos. Isso garante uma gama variada de candidatos ao título. O Egito, atual campeão e maior vencedor do torneio (cinco títulos), sempre vem bem preparado. Times tradicionais como Gana, Camarões, Marrocos e Nigéria também possuem boas equipes. Forças emergentes africanas como Costa do Marfim e Senegal também podem perfeitamente levantar o caneco.

Os Grupos A e C não devem trazer muitas surpresas. Gana, Marrocos, Camarões e Egito devem ficar com as vagas para as quartas. O Grupo B pinta com Nigéria e Costa do Marfim como favoritas, mas a seleção de Mali pode surpreender os grandes e roubar uma vaga. Já no Grupo D, Senegal e Tunísia estão à frente, mas a África do Sul, do técnico Parreira, também deve brigar por uma eventual segunda vaga na chave, ao lado de Angola, que disputou a última Copa da Alemanha e está evoluindo dentro do continente.

A “irresponsabilidade tática”, em alguns momentos da partida, é uma das principais deficiências das seleções africanas em geral. Mas esse pode ser um fator que garantirá jogos mais francos, abertos e de muitos gols. E essa CAN pode confirmar de vez a maturação das principais forças do continente para que nas próximas Copas do Mundo, o continente africano possa ser eficiente em resultados, como aconteceu com a Coréia do Sul em 2002.

4 comentários:

Ruben Fontes Neto disse...

Copa da Áfria é um belo campeonato. melhor memso do que a Copa América, porque tem mais favoritos.

Mas o problema é que com a ida dos africanos pra Europa eles tão se tornando muito marrentos ultimamente, e assim como aqui no Brasil a seleção fica em segundo plano...

Sobre quem será o campeão, por jogar em casa acho que Gana leva.

Filipe Araújo disse...

às vezes, muito não percebem, mas está aí o principal celeiro de "craques" para o futebol europeu.

Bacana o blog. ainda não conhecia. dê uma passada no meu depois. podemos trocar os links!


abrazo!

http://gambetas.blogspot.com

Rafael Fontes disse...

Grande torneio com grandes jogadores.

Torço muito para que as equipes africanas surpreendam as demais na próxima Copa do Mundo.

Abraços...

http://comabolacheia.zip.net

Felipe Leonardo disse...

A Copa Africana de Nações é um torneio do segundo escalão do futebol, mas que serve muito para a avaliação das equipes e dos jogadores africanos. Quem não gosta muito dessa história são os clubes europeus...

Abraço,
Felipe Leonardo