18.8.07

Campeonato Português: Trio de Ferro ainda dá as cartas

A vitória do Sporting, na abertura do Cameponato Português, nos mostra que nessa temporada as coisas não devem ser diferentes. Porto, Sporting e Benfica novamente investiram mais e brigarão pelo título luso. E ao contrário de campeonatos como inglês ou espanhol, que movimentam cifras estratosféricas, a liga portuguesa se pautou pelos pés no chão e a aposta em jovens valores.

O bicampeão Porto busca manter a hegemonia, mesmo tendo perdido duas de suas principais peças do elenco vencedor na temporada passada. A soma das vendas do zagueiro Pepe e do meia Anderson ultrapassa os 60 milhões de euros. Mas os Dragões resolveram investir parte do lucro de caixa em jogadores que se destacaram em Portugal ou na América do Sul. O meia polonês Kazmierczak, que fez boa temporada pelo Boavista chegou junto ao rodado lateral-esquerdo Lino, procedente da Acadêmica de Coimbra e ao centro-avante Edgar (aquele da passagem relâmpago pelo Sâo Paulo). Chegando do futebol latino, temos jogadores como Luis Aguiar e Mario Bolatti, desconhecidos. Já o atacante Ernesto Farias, ex-River Plate é mais conhecido do grande público, junto ao meia Leandro Lima (aquele do decepcionante Brasil sub-20). Procedentes do futebol europeu chegam Mariano González (ex-Inter e Palermo) e o sérvio Milan Stepanov. O maior investimento dos portistas foi a aquisição do passe de Lucho González em definitivo, por mais seis milhões de euros. Jesualdo Ferreira, muito questionado no campeonato passado por quase perder um título ganho, terá de administrar esse monte de possíveis promessas para tentar manter a hegemonia em Portugal. Caberá a Lucho González ser o cérebro pensante e principal líder dessa equipe, que pode ver a afirmação de Ricardo Quarema como principal jogador português do certame. As saídas de Nani e de Simão abrem caminho para o camisa 7 do Porto brilhar e afirmar-se como melhor jogador luso na Liga Portuguesa.

O Sporting já começou a temporada com o pé direito. Venceu a Supertaça de Portugal sobre o Porto e começou o campeonato com goleada. Mesmo com a perda da revelação Nani para o Manchester United, a equipe do técnico Paulo Bento conseguiu manter a base vice-campeã da temporada passada e promete caçar o Porto com unhas e dentes. Muitos jogadores procedentes do Leste Europeu chegaram aos Leões, como o goleiro sérvio Vladimir Stojkovic, o meia e eterna revelação russa Marat Izmailov e os montenegrinos Milan Purovic e Simon Vukcevic. O bom zagueiro braseilro Gladstone também chega para brigar por um lugar na zaga. Mas a maior esperança da torcida sportinguista é o matador Liédson, há quatro temporadas no futebol luso. Mesmo estando de molho por um bom tempo, o avante ainda conseguiu ser um dos principais artilheiros do campeonato passado. Boas revelações portuguesas como o zagueiro Miguel Veloso e João Moutinho (já convocados por Felipão), além do meia Yannick Djaló podem ajudar os Leões a, enfim, quebrar a secura de títulos nacionais que já dura três temporadas.

Mesmo com a terceira colocação da temporada passada, o Benfica foi o clube português que trouxe os jogadores mais expressivos e promissores para o campeonato. Os 22 gols do paraguaio Óscar Cardozo pelo Newell's neste ano fizeram com que as Águias abrissem a carteira para pagar 9 milhões de euros pelo avante. O campeão mundial sub-20 Ángel di Maria também chegou por quatro milhões de euros. O meia argentino, que fez ótimo mundial no Canadá, pode ser de grande valia para suprir a ausência do ídolo encarnado Simão, vendido ao Atlético de Madrid. Outro que fez bom Mundial sub-20 chega ao Benfica. Trata-se do americano Freddy Adu, consideado uma grande promessa. Será a primeira chance do meia-atacante de mostrar seu real potencial em um clube europeu. O goleiro Butt, os zagueiros Marc Zoro e Fábio Coentrão, o meia Díaz e o atacante Bergessio também chegam à Lisboa, ajudando a formar um elenco numeroso e de qualidade para o técnico Fernando Santos. Se bem entrosado, pinta como o grande favorito a peitar o Porto.

Em meio ao mar de jovens jogadores-incógnitas, estão todos os outros clubes portugueses. Com contratações modestíssimas, é impossível apontar que qualquer um deles possa fazer sombra aos grandes de Portugal. Destaques para o Sporting Braga, que fez boa campanha na Liga passada e acertou o retorno de João Tomás junto ao futebol árabe, além de trazer o atacante brasileiro Lenny, que ficou só na promessa jogando pelo Fluminense. Olho no Belenenses e no Boavista, que brigarão junto com o Braga por uma vaga na UEFA e que foram os dois únicos clubes, além do trio de ferro, que conseguiram conquistar um Campeonato Português.
E vocês, em que bicho apostariam: Dragões, Leões ou Águias?

3 comentários:

Bruno Pinto disse...

Um bom texto e uma boa análise André. Eu aposto no FC Porto, é lógico. Apenas uma pequena questão da qual discordo: as saídas de Nani e Simão não abrem caminho a que Quaresma brilhe, já que ele já brilhou mesmo com esses dois na liga portuguesa. Foi o melhor jogador do FC Porto nas duas últimas ligas e, para mim, também o melhor de todo o campeonato. O Simão saiu por 20 milhões de euros, o Nani por 25,5, mas o Quaresma já vale bem mais que isso.

Abraço.

gerson sicca disse...

André,o Edgar é aquele q era do Joinville, não? Aqui em SC ele fez sucesso, mas não vingou no São Paulo. Será que tem bala pra jogar em um time do tamanho do Porto?
Ah, e o Bruno tem razão qto ao Quaresma. Ele jogou muito no ano passado e destacou-se no time.
Pra mim, o Benfica foi quem contratou melhor.
Ah, qto à negociação do Zárate, embora não ê para comparar com negociações para clubes europeus, o que eu quis dizer foi que os brasileiros vendem barato seus craques. Peguemos um exemplo do Bruno: o Simão foi vendido por vionte milhões de euros. Ora, o Pato e o Carlos Eduardo, só pra dar dois exemplos do meu Estado, vão jogar muito mais bola que esse cara.
Abraço

Lucas Meneses disse...

Um belo texto André.

Pois é, pergunta difícil: Dragões, Águias ou Leões?

Apesar da saída de Pepe e Anderson, o Porto parece ser o mais forte entre os três. Se Quaresma ficar mais um temporada no time, tem tudo para se ser o melhor jogador do campeonato, disparado. E com ele, Lucho Gonzalez e os contratações Farías (craque) e Leandro Lima, por exemplo, levarão o Porto a uma boa campanha.

O Benfica contratou muito bem. A começar pelo Freddy Adu, que chegou por uma barganha e deve mostrar um belo futebol. Os 22 gols do Cardozo são um indício que ele não deve passar em branco no campeonato português, e o Di Maria é muito bom jogador, se tiver o espaço necessário, ele vai fazer sucesso.
Mas o time ainda tem que se econtrar, não vai ser fácil montar um plantel campeão tão facilmente.

Acho o Sporting o mais fraco dos três. Apesar da boa campanha na temporada passada, não vejo esse time brigando com o Porto... até mesmo pelas contratações. A saída de Nani vai pesar muito para o time, que não deve apoiar-se somente em Liédsn.
Contraditório a tudo que eu disse é o próprio Sporting, que como você mostrou, venceu a Supertaça e goleou na estréia do português.
Ainda assim acho que os Leões ficam em 3º desta vez.

POr fim, espero que o campeonato português faça o vem que fazendo com grande qualidade: revelar jovens de espetacular talento.
__________________

Abraços André.