6.4.10

Tradição de volta à Premier League

Menos de um ano após o vexame do rebaixamento, Newcastle mostra imponência e retorna à elite

Rebaixado pela própria incompetência na temporada 2008/09 da Premier League – uma simples vitória contra o Aston Villa teria salvo a equipe – o Newcastle confirmou nesta segunda que está de volta à elite do futebol inglês. O empate em 0-0 do Nottingham Forrest (3º, 72 pontos) com o Cardiff garantiu os Magpies em uma das vagas do acesso direto à Premier – dois times sobem direto e um sobe pelos playoffs.

Um dos times ingleses mais tradicionais da atualidade, o Newcastle confirmou a festa ao vencer o Sheffield United por 2-1. Com 89 pontos, a equipe comandada por Chris Hughton – efetivado nesta temporada – deve garantir o título da segundona sem maiores problemas.

“Novato” como técnico, o irlandês conseguiu adequar a equipe à política de contenção de gastos que pede a Championship. Manteve bons valores da elenco que caiu, como o selecionável argentino Jonás Gutierrez, o experiente Nicky Butt e os atacantes Carroll e Ameobi, além de trazer algumas peças para o nível que a competição pedia como o experiente Lovenkrands e o jovem lateral Danny Simpson, – mesmo perdendo medalhões como Duff, Given e Oba-Oba Martins. Além disso, conseguiu contornar a briga entre Carroll – um dos artilheiros da equipe na temporada – e Steven Taylor por conta de caso extraconjugal envolvendo ambos, já na reta final da ótima campanha de apenas quatro derrotas, segundo melhor ataque e melhor defesa.

Clube médio de boa estrutura, o Newcastle acrescenta e dá mais tradicionalidade ao Campeonato Inglês. Após o retorno da segunda divisão em 1992/93, foi responsável pela transferência de Alan Shearer junto ao Blackburn, em 1996 (a mais cara do mundo, à época, cerca de 20 milhões de libras). Com o devido planejamento, a equipe que fez frente ao Manchester United no meio da década de 90, pode, ao menos, fazer campanhas dignas após o novo regresso.

E uma dose dupla de tradicionalidade pode ocorrer se o Nottingham Forrest, bicampeão europeu de 1979 e 1980 e fora da elite inglesa desde 1998/99, também garantir o seu retorno. Esperemos os sempre dramáticos playoffs na terra dos inventores do futebol para saber se o futebol inglês pode ganhar em dobro. Ao menos em tradicionalidade.

3 comentários:

Blog do Carlão - Futebol é nossa área disse...

Outro alvi-negro de tradição. Bacana.

Leonardo Kope disse...

eu add o seu blog na minha lista de favoritos,aDD o meu na sua kista , blz?
http://futebolcomnoticias.blogspot.com/

o meu blog antes era sobre o futebol carioca.

fuiii

Vinicius Grissi disse...

A tradição de volta à Premier League. E a Premier League fora da semifinal da Champions depois de 7 anos. Escrevi sobre o assunto no blog.

Bom demais ver o Newcastle de volta!