28.4.09

A verdade está lá fora

O sucesso da excelente equipe do Barcelona será posto à prova na semana que vem. Sábado é dia de El Clásico, frente aos rivais do Real Madrid. A vantagem sobre os merengues - que chegou a ser de doze pontos - atualmente é de apenas quatro, restando cinco rodadas para o final. E curiosamente, desde a derrota no primeiro turno para o próprio Barcelona no Camp Nou por 2-0, na estréia de Juande Ramos, o Real não perde em La Liga. De lá pra cá foram 18 jogos e impressionantes 17 vitórias e apenas um empate. Os merengues têm a oportunidade de mudar de vez um campeonato que parecia garantido para os blaugranas, pois decide sua sorte no Santiago Bernabéu. Focado apenas no Espanhol, o Real Madrid quer o tricampeonato para salvar a temporada, que parecia perdida após os revés para o Liverpool nas oitavas da Champions.

Quatro dias após o decisivo clássico local, o Barcelona vai à Londres jogar seu destino na Champions League. Sabendo do ótimo momento de seu adversário na semifinal, Guus Hiddink praticamente abriu mão de atacar para segurar um precioso e perigoso 0-0 em pleno Camp Nou nesta terça, o qual vai obrigar o Chelsea a vencer na partida de volta para chegar à final, caso o Barcelona marque gols em Stamford Bridge. Em um campo mais acanhado e familiar, o Chelsea pode perfeitamente levar vantagem sobre os velozes e dinâmicos jogadores do Barcelona, que ainda terá como desfalques Puyol, suspenso, e Rafa Marques, contundido no menisco e fora do restante da temporada. Assim como o Real Madrid, o Chelsea também subiu de produção após trocar de técnico. Nas 16 partidas sob o comando de Hiddink, o Chelsea só perdeu para o Tottenham em março, fora de casa. Ganhou outras 11 partidas e empatou sete. Também nunca é demais lembrar que no mata-mata desta Champions League, os Blues deixaram para trás equipes do calibre de Juventus e Liverpool. E com chances remotas de título na Premier League, o Chelsea aposta todas as fichas no velho sonho de conquistar a Europa.

Time de futebol mais vistoso e ofensivo da Europa, as habilidades do Barcelona serão fortemente testadas. Na partida de hoje, apesar de pressionar, o eficiente ataque blaugrana -140 gols em 2008/09 – terá de ser mais eficiente em Londres, enquanto a defesa – 44 gols em 54 jogos - será mais exigida na partida de Madrid. Para os otimistas, uma derrota do Barcelona é coisa rara nesta temporada: apenas três em 54 partidas oficiais, sendo que a última delas aconteceu contra o Atlético de Madrid, em março, o que dá ao time catalão a atual marca de 13 partidas sem derrota. Então basta os comandados de Guardiola manterem a média, certo? É o que veremos semana que vem...

5 comentários:

Leandrus disse...

A situação do Espanhol me lembra a mesma da temporada 04-05, quando o Real Madrid de Luxemburgo tentou uma reação em cima do Barcelona, o ápice disso sendo aquele 4 a 2 a favor do Real em sua casa. É realmente de se elogiar o trabalho de Juande Ramos, que conseguiu uma sequência invicta impressionante no campeonato nacional. Porém, levou seu time a mais um fracasso na UCL: pela 5º temporada seguinte não passaram das oitavas de finais. E sinceramente, isso não dá para esquecer para um clube do porte dos merengues.

Gostaria muito de ver esse clássico. Pena que tenho que pagar para vê-lo, então devo procurar algum link na internet mesmo...

Brasil Empreende disse...

Ola visitei seu blog e gostei muito e gostaria de convidar para acessar o meu também e conferir a postagem desta semana: Sim ao futebol-arte!
Sua visita será um grande prazer para nós.
Acesse: www.brasilempreende.blogspot.com
Atenciosamente,
Sebastião Santos.
laters

Vinicius Grissi disse...

A semana é mesmo de vida ou morte para o Barcelona. Mas ainda acredito no time espanhol que é ótimo e MUITO bem treinado. Vai ser campeão espanhol e da Champions.

Net Esportes disse...

Parece que as coisas estão do lado do Barcelona, mas confesso que vejo na Champions o Chelsea indo pra final, acredito que o Gus Hiddink sabe o que está fazendo, mas de fato só esperando pra ver mesmo o que acontece.....

Ana Maria disse...

Foi resolvida a curiosidade: Barça 6 x 2. Um verdadeiro chocolate.